Radio Liberdade

Pombal, 29 de abril de 2017 - 12:24

Publicidade



  • Radio Liberdade
  • Radio Liberdade

Determinação para abertura de comporta do Açude de Coremas gera protesto da população

Publicado em 20.04.2017
Determinação para abertura  de comporta do Açude de Coremas gera protesto da população

Uma manifestação feita por populares contra a decisão da Agência Nacional das Águas (ANA), autorizando a abertura de uma das comportas com vazão de 500 litros por seguindo no Açude de Coremas, chamou a atenção na tarde desta quarta-feira (19).

A tentativa do movimento é impedir que a recarga acumulada pelo reservatório nas últimas chuvas caídas na região seja desperdiçada.

Para os moradores da cidade o aumento do volume ainda não é suficiente para garantir o abastecimento.

A mobilização teve início por volta das 16h quando um grupo se dirigiu a usina da SHESF protestando. Os manifestantes exigiam o fechamento da válvula dispersora da Unidade.

Temendo que o movimento tomasse outras proporções com os ânimos exaltados, a Polícia Militar através da Força Tática foi acionada para manter a ordem necessitando usar spray de pimenta.

Informações, não oficialmente confirmadas, dão conta de que algumas pessoas foram detidas por danificarem o patrimônio da usina.

Gritando palavras de ordem os manifestantes chegaram a fechar a entrada e a saída da cidade colocando fogo em pneus e outros objetos para evitar a passagem de veículos.

Até às 18h de ontem a movimentação ainda era percebida.

O comentário na cidade é de que a comporta foi aberta para beneficiar alguns fazendeiros do vizinho Estado do Rio Grande do Norte, com enorme influência junto a ANA.

Para analistas, a liberação iniciada por volta das 15h30 desta terça-feira (18), fará com que o manancial chegue novamente ao seu volume morto nos próximos quinze dias.

Marcelino Neto

comentários