Radio Liberdade

Pombal, 25 de julho de 2017 - 03:50

Publicidade



  • Radio Liberdade
  • Radio Liberdade

Edvaldo Rosas: Só vai permanecer no PSB quem seguir a cartilha do partido

Publicado em 16.07.2017
Edvaldo Rosas: Só vai permanecer no PSB quem seguir a cartilha do partido

Um novo capítulo da novela envolvendo a debandada de militantes do PSB de Pombal foi registrada.

Recentemente filiados em nível local deixaram o partido alegando insatisfação com a perda de espaço no grupo.

O fato foi ocasionado pela exoneração de cargos no governo do estado, como forma de retaliação pela falta de compromisso na eleição passada ao projeto político da ex-prefeita Pollyana Dutra.

Os filiados seguiriam posição contrária ao grupo que conta hoje, em sua base, com a ex-gestora, atualmente assumindo a Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Articulação Municipal.

O presidente do Partido Socialista Brasileiro na Paraíba, Jose Edvaldo Rosas (foto), durante entrevista a um órgão de imprensa da capital chegou a afirmar que a saída destes fez o partido se livrar de um problema.

“Nós tomamos uma decisão em Pombal, por exemplo, que o PSB de lá deveria votar em Pollyana Dutra, e esse grupo seguiu outra orientação, votando no candidato do PSDB. Eles tinham cargos no Estado, nós tiramos, não queremos companheiros que trabalham no Estado votando contra o candidato do governo”, disse.

Ao se se referir ao ingresso dos ex-companheiros no PMN, “Eles foram convidados para o PMN, eu desejo sorte, de nossa parte nos livramos de problema", reagiu.

Para o presidente partidário os que saíram se recusavam a obedecer às orientações da sigla, criavam mais problemas do que ajudavam.

O dirigente ainda mandou um recado claro para outros filiados, que também podem ser de Pombal, não vai permitir infidelidades dentro do grupo girassol nas eleições de 2018.

“Só vai permanecer no PSB quem seguir a cartilha do partido, havendo discordância pode arrumar as malas”, concluiu.

Redação – Portal Liberdade PB 

comentários